Complexo Luz e Alegria de Rádios
 
Visualizar o Arquivo de Notícias do Complexo Luz e Alegria Arquivo de Notícias  
Visualizar o Arquivo de Notícias do Complexo Luz e Alegria Notícias do Site Antigo  
Interativa Cresol  
Quais os maiores reflexos decorrentes do aumento abusivo do preço dos combustíveis?
Encarece o frete
Leva as pessoas a caminhar mais
Maior uso de bicicletas
Reflete nos preços finais dos produtos
geral  
 • Thaeme e Thiago na LA
Luz e Alegria  
 • Contatos
Ouvintes Online  
 Cadastro de Ouvintes
Usuário:  
Senha: 
 Cadastre-se... Esqueceu a senha? 
 Redefinir Senha do Site Antigo...
  144 Ouvinte(s) Logados no Momento
 + Antonio Carlos Rossi Keller
 1
 Ademir
 Adriana Pizzolatto
 adriano da silva
 Adriano José Werle
 Aldo Ghisolfi
 Alencar Luiz Osmarin
 alexandre siqueira de ramos
 ALEXANDRO WERLE
 alexsandro
 ALEXSANDRO BRAGA TROMBETA
 anderson leao do nascimento
 andréia jussarakist
 Andre Luiz Paludo
 arlei Quaraí
 ÉLITON
 érico matias zappani
 Carlos Bottura
 carlos pastre
 Célio da Silva Dias
 Charleston da Silva Pacheco
 Clair Claudio Memlak
 cristiano mazzardo
 Débora Lorca
 diana lazzari
 Diane Maria Zytkoski Mosfiak
 Edinaldo Darios
 EDINEI RECH
 Elane Ferreira Bocca
 Elisandra Cadore
 Elisangela Groto
 Elisete
 Eloi Trevisan
 estefan
 Estefania Mosfeak Wiechorik
 Evandro Zatti
 Fabiano Alberti
 fabio roberto klaus
 Fabio Zanella
 Fagner Rontani
 FARMACENTER
 Felipe Spies
 Fernanda Aline Ledur
 Fernanda Grapiglia
 Gabriel Manfroi
 Gauderio Romani Filho
 Gelson Santos
 GENI BILDHAUER DOS SANTOS DE LIMA
 Geovani Coldebella
 gerson moeller
 Giancarlo Panosso
 Gilberto Urnau
 Gilmar de Macedo
 gilson bevilaqua
 GILSON MANFIO
 Giovani Minuzzi Garlet
 Giovani Regis Bertoldo
 Gisele monteiro
 GLAUBER ALBERTO BRUSTOLIN
 Guilherme Perlin Buzatto
 gustavo de souza
 Hedi
 HENRIQUE SCHWANTZ MARCON
 Igelso Cerutti
 iguarau ricardo da silva
 ilogwfuonogm@dropmail.me
 IVETE PONCIO
 jailse Fonseca
 JAIME LUIZ TRANQUILO
 jessica da silva somavilla
 Joao Donarto Dalferth
 João Carlos Bresolin
 jocemar haiduk
 jonas alves
 José Augusto Calheirão.
 jovane da rosa
 Juliana Gomes
 Junior Bononi
 Junior Vagner Da Silva Rodrigues
 Lais Danielli Botelho
 Leocir Busanello Botton
 Liciane Borges
 Luiz Felipe Gemelli
 Marcelo do Prado Lottermann
 Marcia Cargnin Piovesan
 marcieli popik
 Marcio Balzan
 marcio guerra
 marcio tolardo
 Marcos Felipe Alban
 marcos marsal mulinari
 marcos rissi
 Marcos Xavier dos Santos
 Mariléia Becker
 MARLENE LINDEN
 Moacir Langaro
 Nereu Eger
 Nilcéia Borges
 nilson engel
 Nilson Quadri
 Paulo
 Paulo Roberto Frison
 Pe. Evandro Lazzaretti
 Pe. Mauricio Karpinski
 Pedro Paulo Moskfiak
 PHAMELA BONOMETTI
 Roberto Velasques
 RODRIGO HOELSCHER
 Roggia Bar
 Ronaldo coelho de oliveira
 Rosane
 roseli
 ROSELI LOTTERMANN
 Samuel Waechter
 Sandro Roberto Vendruscolo
 SIDINEI ROMITTI
 Simão Henrique Rubik
 Sirlene Schneider
 Souza, Álvaro de
 tatiana donato
 Tatiane Rossoni
 Thiago Sponchiado
 Ueslei Lopes
 valdir.pertile
 Valnei Luiz Rubert
 Verci Santos
 Vinicio Anschau
 VIVIANE DE ALMEIDA LARA
 Volnei Stasiak
 VsCosmeticos
 Willian André Buenos
Aniversariante(s) do Dia  
Não Existe Ouvintes de Aniversário hoje...

Previsão do Tempo  
Últimos Audios  
Webmail  
E-mail:    
Senha: 
Galeria de Fotos  
Expofred 2016
Expofred 2016
VER TODAS AS GALERIAS
Jornal da LA  
VER TODAS AS EDIÇÕES
    -  
Integrantes do MST ocupam pátios do Incra e Ministério da Fazenda em Porto Alegre
  Integrantes do MST ocupam pátios do Incra e Ministério da Fazenda em Porto Alegre
Notícias - Geral
Notícia postada em 17/04/2017 - 08:54:38 ( 77 Visualizações )
Integrantes do MST ocupam pátios do Incra e Ministério da Fazenda em Porto Alegre
Centenas de trabalhadores rurais sem terra invadiram na madrugada desta segunda-feira os pátios do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Ministério da Fazenda em Porto Alegre. As ocupações fazem parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, também conhecida como Abril Vermelho, período em que o MST realiza mobilizações em todo o País para reivindicar, principalmente, a democratização do acesso à terra.
Os sem terra também protestam contra a Medida Provisória 759, do Governo Michel Temer, que altera a legislação fundiária e os procedimentos para a efetivação da reforma agrária no Brasil. Segundo o MST, na prática, a MP resulta na privatização dos lotes e na paralisação da reforma agrária, uma vez que trata da titulação dos assentamentos e na municipalização do processo de desconcentração fundiária, atribuindo aos municípios a função de vistoria e desapropriação de terra.
Os manifestantes pedem ainda mais recursos para a assistência técnica, considerada fundamental para estimular a produção de alimentos, especialmente sem o uso de agrotóxicos. Além disso, os assentados reivindicam infraestrutura, com mais projetos para a construção de moradias, abertura de estradas para escoamento da produção e circulação do transporte escolar, e implantação de redes de água. Eles ainda exigem a liberação de créditos iniciais para que as famílias tenham condições de fortalecer a produção de alimentos saudáveis nos assentamentos, além de protestarem contra as reformas previdenciária e trabalhista.
“O Incra foi criado para efetivar a Reforma Agrária no país, mas não tem feito praticamente nada por isto. O governo não libera recursos, não faz vistorias das áreas, não pensa a assistência técnica como fundamental para impulsionar a produção de alimentos e o desenvolvimento dos assentamentos e municípios. Infelizmente está tudo paralisado. Queremos que o Incra cumpra seu papel e priorize a Reforma Agrária em sua totalidade”, declara Sílvia Reis Marques, da direção nacional do MST.
Conforme o MST, atualmente, mais de 120 mil famílias estão acampadas no Brasil. No Rio Grande do Sul, há cerca de dois anos não ocorrem novos assentamentos e mais de 2 mil famílias ainda vivem acampadas.
Negociações
Enquanto ocorrem mobilizações em vários estados do País, o MST vai iniciar hoje negociações referentes à pauta nacional de reivindicações com representantes do governo federal em Brasília. Segundo o Movimento, a desocupação dos pátios do Incra e do Ministério da Fazenda, em Porto Alegre, somente serão feitas após o atendimento dos pleitos.
O dia 17 de abril
Nesta segunda-feira completam-se 21 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás. Na ocasião, 21 sem terras foram assassinados durante uma manifestação no município de Eldorados dos Carajás, no sudoeste do Pará. O coronel Mario Colares Pantoja e o major José Maria Pereira, que comandaram o massacre, foram presos apenas 16 anos após o ocorrido, em maio de 2012. Já os 155 policiais militares executores diretos foram absolvidos. O então governador do estado do Pará, Almir Gabriel (que morreu em fevereiro de 2013) e o secretário de Segurança Pública, Paulo Sette Câmara, não foram indiciados.
Em memória das vítimas do massacre, organizações do campo celebram em 17 de abril o Dia Internacional de Luta Camponesa, um momento intercontinental de mobilizações em defesa da terra, da preservação do meio ambiente, da agricultura camponesa e dos camponeses. No Brasil, em todas as regiões do país, o MST promove a Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária, também conhecida como Abril Vermelho. (Correio do Povo) Foto: MST.
(AP) 

Para Comentar e Visualizar os Comentários da Notícia é necessário estar Cadastrado no Site.


Complexo Luz e Alegria de Rádios - Fundação Monsenhor Vitor Batistella - Rua Tenente Lira, 950, cx. postal 74 - Centro - CEP: 98400-000
AM 1160: Fone: (055) 3744-3500 -- FM 95.9 Fone: (55) 3744-3700