Complexo Luz e Alegria de Rádios
 
Visualizar o Arquivo de Notícias do Complexo Luz e Alegria Arquivo de Notícias  
Visualizar o Arquivo de Notícias do Complexo Luz e Alegria Notícias do Site Antigo  
Interativa Cresol  
Você acredita que as mobilizações populares irão sensibilizar o Governo Federal em relação ao projeto de Reforma da Previdência?
Sim
Não
geral  
 • Thaeme e Thiago na LA
Luz e Alegria  
 • Contatos
Ouvintes Online  
 Cadastro de Ouvintes
Usuário:  
Senha: 
 Cadastre-se... Esqueceu a senha? 
 Redefinir Senha do Site Antigo...
  143 Ouvinte(s) Logados no Momento
 + Antonio Carlos Rossi Keller
 1
 Ademir
 Adriana Pizzolatto
 adriano da silva
 Adriano José Werle
 Aldo Ghisolfi
 Alencar Luiz Osmarin
 alexandre siqueira de ramos
 ALEXANDRO WERLE
 alexsandro
 ALEXSANDRO BRAGA TROMBETA
 anderson leao do nascimento
 andréia jussarakist
 Andre Luiz Paludo
 arlei Quaraí
 ÉLITON
 érico matias zappani
 Carlos Bottura
 carlos pastre
 Célio da Silva Dias
 Charleston da Silva Pacheco
 Clair Claudio Memlak
 cristiano mazzardo
 Débora Lorca
 diana lazzari
 Diane Maria Zytkoski Mosfiak
 Edinaldo Darios
 EDINEI RECH
 Elane Ferreira Bocca
 Elisandra Cadore
 Elisangela Groto
 Elisete
 Eloi Trevisan
 estefan
 Estefania Mosfeak Wiechorik
 Evandro Zatti
 Fabiano Alberti
 fabio roberto klaus
 Fabio Zanella
 Fagner Rontani
 FARMACENTER
 Felipe Spies
 Fernanda Aline Ledur
 Fernanda Grapiglia
 Gabriel Manfroi
 Gauderio Romani Filho
 Gelson Santos
 GENI BILDHAUER DOS SANTOS DE LIMA
 Geovani Coldebella
 gerson moeller
 Giancarlo Panosso
 Gilberto Urnau
 Gilmar de Macedo
 gilson bevilaqua
 GILSON MANFIO
 Giovani Minuzzi Garlet
 Giovani Regis Bertoldo
 Gisele monteiro
 GLAUBER ALBERTO BRUSTOLIN
 Guilherme Perlin Buzatto
 gustavo de souza
 Hedi
 HENRIQUE SCHWANTZ MARCON
 Igelso Cerutti
 iguarau ricardo da silva
 ilogwfuonogm@dropmail.me
 IVETE PONCIO
 jailse Fonseca
 JAIME LUIZ TRANQUILO
 jessica da silva somavilla
 Joao Donarto Dalferth
 João Carlos Bresolin
 jocemar haiduk
 jonas alves
 José Augusto Calheirão.
 jovane da rosa
 Juliana Gomes
 Junior Bononi
 Junior Vagner Da Silva Rodrigues
 Lais Danielli Botelho
 Leocir Busanello Botton
 Liciane Borges
 Luiz Felipe Gemelli
 Marcelo do Prado Lottermann
 Marcia Cargnin Piovesan
 marcieli popik
 Marcio Balzan
 marcio guerra
 marcio tolardo
 Marcos Felipe Alban
 marcos marsal mulinari
 marcos rissi
 Marcos Xavier dos Santos
 Mariléia Becker
 MARLENE LINDEN
 Moacir Langaro
 Nereu Eger
 Nilcéia Borges
 nilson engel
 Nilson Quadri
 Paulo
 Paulo Roberto Frison
 Pe. Evandro Lazzaretti
 Pe. Mauricio Karpinski
 Pedro Paulo Moskfiak
 PHAMELA BONOMETTI
 Roberto Velasques
 RODRIGO HOELSCHER
 Roggia Bar
 Ronaldo coelho de oliveira
 Rosane
 roseli
 ROSELI LOTTERMANN
 Samuel Waechter
 Sandro Roberto Vendruscolo
 SIDINEI ROMITTI
 Simão Henrique Rubik
 Sirlene Schneider
 Souza, Álvaro de
 tatiana donato
 Tatiane Rossoni
 Thiago Sponchiado
 Ueslei Lopes
 valdir.pertile
 Valnei Luiz Rubert
 Verci Santos
 Vinicio Anschau
 VIVIANE DE ALMEIDA LARA
 Volnei Stasiak
 VsCosmeticos
 Willian André Buenos
Aniversariante(s) do Dia  
Não Existe Ouvintes de Aniversário hoje...

Previsão do Tempo  
Últimos Audios  
Webmail  
E-mail:    
Senha: 
Galeria de Fotos  
Expofred 2016
Expofred 2016
VER TODAS AS GALERIAS
Jornal da LA  
VER TODAS AS EDIÇÕES
    -  
Edegar Pretto critica modelo do Programa de Exploração da Rodovia
  Edegar Pretto critica modelo do Programa de Exploração da Rodovia
Notícias - Geral
Notícia postada em 17/03/2017 - 08:58:35 ( 34 Visualizações )
O modelo apresentado pelo Programa de Exploração da Rodovia (PER) do governo federal, que prevê a concessão de trechos no RS à iniciativa privada, foi duramente criticado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edegar Pretto (PT), nesta quinta-feira durante audiência pública realizada em Lajeado. O encontro, realizado no auditório do Centro Universitário UNIVATES, reuniu cerca de mil pessoas entre parlamentares estaduais e federais, representantes do governo estadual, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), prefeitos e vereadores de diversos municípios da região.
 "Não estamos hoje aqui por acaso, mas para tratar de um assunto de grande interesse dos gaúchos e gaúchas. Nós já vivenciamos tempos ruins em relação aos pedágios no RS. Somos contrários àquele modelo que vigorou durante 15 anos e levou muito dinheiro para fora do estado e que as comunidades sitiadas pelas praças de cobrança não tinham para quem reclamar. Quem perdeu foi o povo e somente quem ganhou foram as empresas e consórcios que exploravam as concessões. Se depender da força da nossa mobilização este modelo proposto agora de 30 anos para explorar e duplicação somente após o 12º ano de cobrança não sai", afirmou o chefe do legislativo rio-grandense, sendo muito aplaudido pelos participantes.
A fala de Edegar Pretto foi proferida logo após a explanação feita por Marcelo Cardoso Fonseca, técnico da ANTT, que defendeu, ressaltando que poderão haver alterações ao projeto, o modelo como sendo positivo tanto para usuários quanto para as localidades que receberão as praças. Segundo Fonseca, os municípios terão um acréscimo significativo em suas receitas a partir da cobrança do ISS, imposto municipal que incidirá diretamente sobre as tarifas cobradas. Porém, alertou que qualquer suspensão de praça ou redução no prazo para exploração do serviço resultará em tarifa maior. "Quanto menor o período menor será o prazo para a amortização dos investimentos, ou seja, ficará mais caro para os usuários", explicou. A plateia, em sua maioria, vaiou o técnico, obrigando o coordenador da mesa solicitar respeito com o orador.
 Durante entrevistas a veículos de comunicação presentes à audiência, o presidente da ALRS explicou que pediu à ANTT que desse mais tempo para que as comunidades fossem ouvidas.
 "Sugeri que sejam alargados os prazos para a discussão e que representantes de conselhos regionais participem da montagem dos editais, pois, após cancelas ficarem prontas, não adiantará reclamar. A participação efetiva das pessoas e das localidades afetadas é importante para que não façam novamente o que foi feito no RS na década de 1990", afirmou.
 Edegar ainda destacou que "pelo que foi apresentado as concessionárias ficarão somente com o filé. Quando as gaúchas e gaúchos de Sarandi ou Iraí, por exemplo, poderão sonhar com a duplicação? Não somos contra o pedágio pura e simplesmente. Somos contra um modelo onde apenas um lado ganha e outro é explorado. Sou a favor de um preço de tarifa decente", afirmou, lembrando que muitas obras de recuperação e ampliação dessas mesmas rodovias estão sendo 
realizadas pelo poder público, ou seja, com dinheiro da população, antes de entregá-las para concessão.
 Segundo a proposta do governo federal, somente na BR-386, num trecho de 200 km, serão quatro pontos de cobrança: Tio Hugo, Soledade, Fazenda Vilanova e Montenegro. Com isso, ir de Carazinho a Porto Alegre custará, somente em tarifas de pedágio, R$ 40,00. Os trechos a serem concedidos para empresas privadas são: BR-101 entre Torres e Osório; BR-290 entre Osório e Porto Alegre; BR-448 de Porto Alegre a Canoas e BR-386 de canoas a carazinho. "Lembro que no passado os caminhoneiros que iam de Palmeira das Missões a Porto Alegre várias vezes por mês gastavam mais com pedágios do que com a prestação do financiamento dos seus caminhões. É preciso que as comunidades se mantenham mobilizadas, pois a pressão é que modifica as coisas", declarou o presidente a uma das rádios que cobriam o evento.
 Nesta sexta-feira, às 14h, nova audiência será realizada em Soledade e um novo encontro está previsto para acontecer em Montenegro. O período para envio de contribuições e sugestões  ao Programa de Exploração da Rodovia termina as 18 horas do dia 31 de março de 2017 (horário de Brasília). As informações específicas sobre a matéria estão disponíveis no portal da ANTT, em www.antt.gov.br.
Informações AL
(AP) 

Para Comentar e Visualizar os Comentários da Notícia é necessário estar Cadastrado no Site.


Complexo Luz e Alegria de Rádios - Fundação Monsenhor Vitor Batistella - Rua Tenente Lira, 950, cx. postal 74 - Centro - CEP: 98400-000
AM 1160: Fone: (055) 3744-3500 -- FM 95.9 Fone: (55) 3744-3700