Complexo Luz e Alegria de Rádios
 
Visualizar o Arquivo de Notícias do Complexo Luz e Alegria Arquivo de Notícias  
Visualizar o Arquivo de Notícias do Complexo Luz e Alegria Notícias do Site Antigo  
Interativa Cresol  
Você acredita que as mobilizações populares irão sensibilizar o Governo Federal em relação ao projeto de Reforma da Previdência?
Sim
Não
geral  
 • Thaeme e Thiago na LA
Luz e Alegria  
 • Contatos
Ouvintes Online  
 Cadastro de Ouvintes
Usuário:  
Senha: 
 Cadastre-se... Esqueceu a senha? 
 Redefinir Senha do Site Antigo...
  143 Ouvinte(s) Logados no Momento
 + Antonio Carlos Rossi Keller
 1
 Ademir
 Adriana Pizzolatto
 adriano da silva
 Adriano José Werle
 Aldo Ghisolfi
 Alencar Luiz Osmarin
 alexandre siqueira de ramos
 ALEXANDRO WERLE
 alexsandro
 ALEXSANDRO BRAGA TROMBETA
 anderson leao do nascimento
 andréia jussarakist
 Andre Luiz Paludo
 arlei Quaraí
 ÉLITON
 érico matias zappani
 Carlos Bottura
 carlos pastre
 Célio da Silva Dias
 Charleston da Silva Pacheco
 Clair Claudio Memlak
 cristiano mazzardo
 Débora Lorca
 diana lazzari
 Diane Maria Zytkoski Mosfiak
 Edinaldo Darios
 EDINEI RECH
 Elane Ferreira Bocca
 Elisandra Cadore
 Elisangela Groto
 Elisete
 Eloi Trevisan
 estefan
 Estefania Mosfeak Wiechorik
 Evandro Zatti
 Fabiano Alberti
 fabio roberto klaus
 Fabio Zanella
 Fagner Rontani
 FARMACENTER
 Felipe Spies
 Fernanda Aline Ledur
 Fernanda Grapiglia
 Gabriel Manfroi
 Gauderio Romani Filho
 Gelson Santos
 GENI BILDHAUER DOS SANTOS DE LIMA
 Geovani Coldebella
 gerson moeller
 Giancarlo Panosso
 Gilberto Urnau
 Gilmar de Macedo
 gilson bevilaqua
 GILSON MANFIO
 Giovani Minuzzi Garlet
 Giovani Regis Bertoldo
 Gisele monteiro
 GLAUBER ALBERTO BRUSTOLIN
 Guilherme Perlin Buzatto
 gustavo de souza
 Hedi
 HENRIQUE SCHWANTZ MARCON
 Igelso Cerutti
 iguarau ricardo da silva
 ilogwfuonogm@dropmail.me
 IVETE PONCIO
 jailse Fonseca
 JAIME LUIZ TRANQUILO
 jessica da silva somavilla
 Joao Donarto Dalferth
 João Carlos Bresolin
 jocemar haiduk
 jonas alves
 José Augusto Calheirão.
 jovane da rosa
 Juliana Gomes
 Junior Bononi
 Junior Vagner Da Silva Rodrigues
 Lais Danielli Botelho
 Leocir Busanello Botton
 Liciane Borges
 Luiz Felipe Gemelli
 Marcelo do Prado Lottermann
 Marcia Cargnin Piovesan
 marcieli popik
 Marcio Balzan
 marcio guerra
 marcio tolardo
 Marcos Felipe Alban
 marcos marsal mulinari
 marcos rissi
 Marcos Xavier dos Santos
 Mariléia Becker
 MARLENE LINDEN
 Moacir Langaro
 Nereu Eger
 Nilcéia Borges
 nilson engel
 Nilson Quadri
 Paulo
 Paulo Roberto Frison
 Pe. Evandro Lazzaretti
 Pe. Mauricio Karpinski
 Pedro Paulo Moskfiak
 PHAMELA BONOMETTI
 Roberto Velasques
 RODRIGO HOELSCHER
 Roggia Bar
 Ronaldo coelho de oliveira
 Rosane
 roseli
 ROSELI LOTTERMANN
 Samuel Waechter
 Sandro Roberto Vendruscolo
 SIDINEI ROMITTI
 Simão Henrique Rubik
 Sirlene Schneider
 Souza, Álvaro de
 tatiana donato
 Tatiane Rossoni
 Thiago Sponchiado
 Ueslei Lopes
 valdir.pertile
 Valnei Luiz Rubert
 Verci Santos
 Vinicio Anschau
 VIVIANE DE ALMEIDA LARA
 Volnei Stasiak
 VsCosmeticos
 Willian André Buenos
Aniversariante(s) do Dia  
Não Existe Ouvintes de Aniversário hoje...

Previsão do Tempo  
Últimos Audios  
Webmail  
E-mail:    
Senha: 
Galeria de Fotos  
Expofred 2016
Expofred 2016
VER TODAS AS GALERIAS
Jornal da LA  
VER TODAS AS EDIÇÕES
    -  
Leite Compensado 12: MP deflagra operação contra indústrias que misturavam soda cáustica no leite vencido
  Leite Compensado 12: MP deflagra operação contra indústrias que misturavam soda cáustica no leite vencido
Notícias - Polícia
Notícia postada em 14/03/2017 - 14:12:46 ( 59 Visualizações )
O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) deflagrou na manhã desta terça-feira (14) a 12ª fase da Operação Leite Compensado. Um dos principais alvos é a Laticínios Rancho Belo Ltda, de Travesseiro, no Vale do Taquari. A indústria é apontada por produzir leite, creme de leite e queijo com água e produtos vencidos, que eram adicionados a soda cáustica e bicarbonato de sódio. Além da própria marca, ela fabrica e envaza leite para a rede de supermercados Dia%. Amostras confirmaram produto impróprio para o consumo.
As outras marcas que também tiveram produtos com a mistura ilegal, conforme exame laboratorial, são Bonilé Alimentos (queijo e creme de leite) e Princesul (queijo). Também foram alvos da operação a Transportadora AC Tressoldi e a M&M Assessoria. A ação ocorre em cinco cidades gaúchas. Além de Travesseiro, em Estrela, também no Vale do Taquari, e em Nova Araçá, Casca e Marau, no norte gaúcho. Foram cumpridos quatro mandados de prisão e quatro de busca e apreensão. Uma pessoa segue foragida.
Apreensões 
Além do Laticínios Rancho Belo, as buscas e apreensões ocorrem no Laticínios Modena, de Nova Araçá, que produz creme de leite e queijo da marca Bonilé; no Laticínios C&P, de Casca, que produz queijo Princesul; na transportadora AC Tressoldi, de Estrela, e na empresa M&M Assessoria, de Marau, vinculada ao Laticínios Modena.
A indústria Rancho Belo foi interditada.  Além disso, cinco toneladas de queijo impróprio para consumo foram apreendidas no Laticínio C&P.
Organização criminosa
A investigação confirma crime organizado e de comercialização de produto lácteo impróprio para consumo humano. Isso porque o leite é nocivo e tem redução de valor nutricional. Além disso, dois dos alvos do MP já haviam sido denunciados em outras operações por sonegação fiscal milionária.
Na prática, os três laticínios recebem e repassam entre si leite cru, creme de leite e soro de creme fora dos padrões previstos pela legislação brasileira. De acordo com o MP, muitas das cargas que não são aceitas por empresas do ramo acabam sendo comercializadas para essas indústrias.
“Alguns elementos da investigação apontam que carregamentos de leite que só poderiam ter como destino a alimentação de animais foram usados para a industrialização de produtos de consumo humano”, ressalta um dos responsáveis pela investigação, promotor Mauro Rockenbach.
Fraude
Em mais de dez análises emitidas pelo Ministério da Agricultura foram detectados que leite cru, leite UHT e nata estavam fora dos padrões.
“Os sócios-proprietários das empresas autorizavam a adição desses produtos para corrigir a acidez e eliminar microorganismos, no intuito de rejuvenescer o produto já vencido, impróprio para o consumo”, destaca o promotor Alcindo Bastos Filho, também responsável pela investigação.
No caso da água, o líquido era adicionado aos produtos para que o creme de leite duro, já amanteigado, fosse novamente amolecido e misturado a outras cargas em condições melhores. Os laudos realizados pelas próprias empresas eram mascarados, para que fiscalização e compradores não visualizassem os problemas.
A Leite Compensado 12 é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco Segurança Alimentar do MP,  com participação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Receita Estadual e Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).
Segundo o MP, a partir de agora o Ministério da Agricultura fará o rastreamento do leite fornecido pelas três indústrias, inclusive o produto recebido pela rede %Dia. Somente depois disso, poderá se confirmar se lotes com problema foram comercializados nos supermercados.
 
(Nelson Buzatto) 
Cid Martins/Rádio Gaúcha
 

VISUALIZAR IMAGEM VISUALIZAR IMAGEM VISUALIZAR IMAGEM
Para Comentar e Visualizar os Comentários da Notícia é necessário estar Cadastrado no Site.


Complexo Luz e Alegria de Rádios - Fundação Monsenhor Vitor Batistella - Rua Tenente Lira, 950, cx. postal 74 - Centro - CEP: 98400-000
AM 1160: Fone: (055) 3744-3500 -- FM 95.9 Fone: (55) 3744-3700